Adolescentes reflectem sobre participação na resposta nacional do HIV e SIDA

Adolescentes representantes de todas as províncias do país e diversas organizações e associações estiveram reunidos na Cidade de Maputo, em Maputo, no dia 30 de Outubro de 2015, com o intuito de reflectir sobre o engajamento e participação de adolescentes no processo de avaliação da situação e da resposta nacional ao HIV e SIDA, bem como garantir a sua participação no processo de tomada de decisões.

O encontro foi organizado pelo secretariado executivo do Conselho Nacional de Combate ao HIV e SIDA (CNCS), em colaboração com os seus parceiros de cooperação, e esteve enquadrado na Plataforma Global ALL IN, que visa activar um movimento social para a obtenção de melhores resultados em adolescentes, através de mudanças e melhorias nos programas e políticas do HIV e SIDA.

Com este processo pretende-se determinar as acções prioritárias para acelerar e melhorar a qualidade da resposta nacional ao HIV em adolescentes.

reuniao de adolescentes (3)

Intervencao da Clarisse Machanguana

Reuniao de Adolescentes

No quadro desta plataforma, o secretariado executivo do CNCS e os parceiros de cooperação estão a conduzir uma análise da situação nacional do HIV e SIDA em adolescentes com o obejctivo de aumentar o impacto dos programas de prevenção, tratamento e cuidados neste grupo-alvo.

A SIDA é, actualmente, a principal causa de morte entre adolescentes (10-19 anos) em África e segunda causa de morte mais comum em adolescentes de todo o mundo. Estima-se que, em 2013, tenham ocorrido 250 mil novas infecções por HIV em adolescentes, dois terços das quais em raparigas adolescentes.

reuniao de adolescentes (2)

Pormenor de um momento cultural

O Governo, através do novo Plano Estratégico de Resposta ao HIV e SIDA 2015-2019 (PEN IV), recentemente aprovado, identificou os adolescentes e, entre estes, meninas entre os 10 e os 14 anos, como um grupo prioritário para a prevenção do HIV.