Reunião dos parceiros do CNCS, MISAU e PEPFAR: Mbofana defende mudança de táctica para o alcance de resultados

cncs_misau_pepfarDecorreu nos dias 13 e 14 de Dezembro, na cidade de Maputo, a reunião conjunta dos parceiros do CNCS, MISAU e PEPFAR.

Trata-se de um evento anual, que juntou na mesma sala, parceiros estratégicos do CNCS, MISAU e do PEPFAR para em conjunto se estabelecer a ponte entre os resultados da avaliação nacional do PEN IV e as decisões tomadas no retiro do comité de liderança do COP.

A sessão de abertura foi dirigida pelo Secretário Executivo do CNCS, Dr. Francisco Mbofana, que na ocasião, afirmou que o país precisa de mudar de táctica para o alcance de resultados na área do HIV e SIDA, tendo como base a última revisão do meio-termo do PEN IV.

Mbofana chamou ainda atenção, para a necessidade de eliminação de barreiras, como estigma e discriminação, para que posteriormente se possa pensar em distribuir medicamentos nas comunidades.

“Estamos a dar passos muito grandes. Podemos distribuir medicamentos nas comunidades mas infelizmente continuam a existir problemas de estigma e discriminação. O estigma e discriminação não só acontecem em Moçambique mas também em todas as partes do mundo. As pessoas ainda continuam com medo nas comunidades e há atitudes negativas para com as pessoas vivendo com HIV e SIDA. Ao invés de pensarmos em distribuir medicamentos, por que não eliminarmos primeiro as barreiras?”, questionou Mbofana.

O Secretário Executivo do CNCS, disse existirem no país, grandes investimentos para a área do HIV e SIDA e acredita que os resultados poderiam ser melhores.  A título de exemplo, citou a componente de transmissão vertical, em que os resultados mostram que não estamos a conseguir alcançar as metas, “enquanto que Kenya e África do Sul estão na linha para eliminar e não reduzir”.

Assim, Mbofona não tem dúvidas que há necessidade de se fazer reflexões profundas sobre o que está a falhar para o alcance das metas de prevenção do HIV de mãe para filho.

No final da sua intervenção, realçou a importância da colaboração com os parceiros e os convidou para se concentrarem nas prioridades.

De referir que a reunião anual conjunta dos parceiros do CNCS, MISAU e PEPFAR decorreu em Maputo, durante dois dias. No local, houve apresentações sobre o plano para o controle da epidemia no âmbito político, comunitário, clínico e resultados do PEN IV, resposta das organizações multilaterais, perspectivas da sociedade civil e contribuição do PEPFAR na resposta nacional.