Jornalistas abertos a disseminar mensagens sobre prevenção do HIV e SIDA

IMG-20190405-WA0002Esta manifestação surgiu na sequência de uma apresentação sobre a situação do HIV e SIDA no país, feita pelo Conselho Nacional de Combate ao HIV e SIDA (CNCS) na cidade de Inhambane, no dia 11 de Abril deste ano.

Os jornalistas da terra da “boa gente”, ficaram sensibilizados com os números de novas infecções que têm aumentado a cada ano que passa e com a redução do conhecimento sobre o HIV e SIDA principalmente nas camadas mais jovens.

Por via disso, mostraram-se abertos a disseminar informações sobre o HIV e SIDA, através dos seus órgãos de comunicação social e a serem agentes de mudança para hábitos e comportamentos sexuais saudáveis.

Esta abertura dos “escribas” foi feita à margem das celebrações do 41º ano da criação do Sindicato Nacional dos Jornalistas, na sala de reuniões do Conselho Municipal que foi presidida pelo Secretário Permanente da província em representação do Governador Daniel Chapo.

A par da província Inhambane, foram feitas pelos Conselhos Provinciais de Combate ao SIDA, apresentações sobre a situação actual do HIV e SIDA em Moçambique aos jornalistas de outras províncias do país nomeadamente, Maputo Cidade, Gaza, Zambézia, Manica e Nampula.  Em Sofala esta actividade não veio a acontecer devido a situação das inundações e do ciclone Idai que deixou um rastro de destruição e centenas de mortes. Nas próximas semanas, há previsão de realização desta actividade nas restantes províncias país.

 Apresentação sobre HIV e SIDA na cidade de Xai-xai, província de Gaza

IMG_20190411_140709

Na província de Gaza, os profissionais de comunicação social louvaram a iniciativa do CNCS e mostraram-se abertos a combater o HIV e SIDA naquela que é a província com o mais alto nível de prevalência (24.4%).

Nesta parcela do país, os jornalistas juntaram-se na sala de reuniões da direcção provincial do Género, Criança e a Acção Social depois de procederem a doação de diversos produtos ao INGC no âmbito do ciclone Idai.